sábado, 31 de julho de 2010



A próxima tendência de outono/inverno 2011, teremos vários elementos embalados pelo glamour dos anos 40 , mais precisamente pela beleza e elegância representados pelas musas do cinema desta época, como Joan Fontaine ,Ingrid Bergman, Gracy Kelly, Doris Day , Kim Novak e Audrey Hepburn .





As influências trazidas dos conjuntos de saias de lã, dos casacos com abotoamento duplo e cinturamarcadas com cintos, os ombros com muitos detalhes exagerados e uma gola-xale.O sobretudo é uma das tendências fortes para esse inverno, em diferentes modelos e cores com golas exuberantes.



Cores: - Tons de camelo dominam e um pouco das tonalidades de cinza e pelo preto são vistas também.




Acessórios : Bolsas de mão estruturadas, Luvas de couro entre outros matérias, Pérolas; Peles de Crocodilo, Chapéus em brim e de aba larga.


Espero que tenham gostado!

Olá pessoal eu consegui o link do filme The Runaways, com a kristen Stewart e a Dakota Fanning, bem David Bowie mesmo!
Já assisti e adorei!!

http://www.megaupload.com/?d=LWR03ZE0

Enjoy!!!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Oxford



Ele, que já foi mais que aprovado nas sapateiras masculinas, é uma grande aposta para, agora, fazer a cabeça e os pés das mulheres, o Oxford !



Vistos nas passarelas internacionais, como a de Marc Jacobs em sua coleção de inverno 2010, aqui no Brasil o clássico sapatinho baixo, todo fechado e com cadarços para amarrar, aparece nas principais coleções do SPFW e Fashio Rio

Branco e Dourado o Oxford de Isabela Capeto Verão 2011. Foto:Divulgação Prateado no Oxford de Graça Ottoni Verão 2011. Foto:Divulgação
Isabela Capeto | Graça Ottoni



Transparência no Oxford Amapô Verão 2011. Foto:Divulgação Oxford com dedos a mostra, Neon Verão 2011. Foto:Divulgação
Amapô | Neon



Oxford meia-pata de Ellus Verão 2011. Foto:Divulgação Oxford com plataforma Ellus Verão 2011. Foto:Divulgação
Ellus


Se tratando do exigente e ousado público feminino, os sapatos ganham cores, novos recortes, formas e até materiais.



Um calçado versátil, o Oxford é um tipo de sapato que cai bem em qualquer estação e é capaz de se adequar a qualquer estilo. Se você é romântica, moderna, mais ousada ou conservadora, o uso do democrático sapatinho de amarrar para finalizar e compor seus looks é uma probabilidade grande de acerto. Aposte!









quinta-feira, 29 de julho de 2010









Elas, praticamente, estiveram em todos os desfiles de moda e são forte tendência para o outono-inverno 2010, ou seja, é bom começar a ficar de olho nas leggings, pois a moda, que chegou nos anos 80 marcando história e criando ícones, promete voltar com tudo neste inverno.






Desfile Outono/inverno 2010




A peça é super prática, confortável e versátil, em resumo, tem tudo para grudar em nossas pernocas. Leggings Pretas, coloridas, em látex, com telas, cortadas, em Jeans (Jegging), recortadas, brilhantes (wet leggings), com tachas e spykes, enfim modelos e opções de look não faltam, basta escolher sua legging e criar o seu look.








Como Usar:
Do básico ao rocker, do dia para a noite, do passeio para o trabalho, ou seja, elas podem fazer parte de quase todos os looks, podem ser usadas tanto de dia como de noite e ir do trabalho para balada sem qualquer cerimônia, basta ter bom senso e saber adequar;
As Calças leggings pretas ou em tonalidades escuras são perfeitas para looks básicos e para dar aquela afinada na silhueta;
As leggings podem ser usadas com camisetões e o jogo de cores vai ajudar na hora das proporções, mulheres com corpo triangular devem usar cores escuras nas calças e claras nas blusas e as de corpo triângulo-invertido devem fazer o contrário;
Ficam perfeitas com sapatos fechados e botas. Para afinar e alongar a silhueta o sapato deve seguir a mesma tonalidade da calça;
As coloridas e estampadas são perfeitas para as magrinhas de pernas finas;
Looks mais moderninhos podem ser compostos com sobreposições, com saias e vestidos, usando e abusando do jogo de cores;
No trabalho prefira composições mais básicas e neutras


Quem Usa:


Lindsay Lohan


No inverno as calças leggings ficam mais do que perfeitas com botas de cano alto, médio e curto (ankle boots).

Por: Ana Luisa

quarta-feira, 28 de julho de 2010

terça-feira, 27 de julho de 2010



A nova tendência que foi apresentada no Fall Colection 2010 e que será adaptada para o nosso inverno 2011, o ‘’vintage military’’.

De acordo com o especialista em tendências da consultoria WGSN a mistura do estilo aviador com o napoleônico será uma das grandes apostas de estilo, ganhando muitos detalhes como estampas em relevo, botões duplos, detalhes em dourado e ombros estruturados.



As jaquetas perfecto, as jaquetas estilo aviador (com lã de ovelha em seu interior), muitas fivelas, tanto nas roupas e acessórios e os trench coats.



Fall Collection 2010 – Burberry Prorsum e 3.1 Phillip Lim



Fall Collection 2010 - John Galliano


Nos acessórios.



Fall Collection 2010 – Salvatore Ferragamo e Michael Kors


Puxando mais para o ar napoleônico, roupas com o efeito de armaduras e com muitas texturas também fazem parte do próximo inverno.



A escala de cores fica mais sóbria com cores frias, como de costume no inverno. O verde militar se junta com os tons de bege e rosa, também com o cinza escuro e o roxo.





Sites para a pesquisa:

http://leonizemaurilio.fashionbubbles.com/

http://www.stylelist.com/

http://www.dailyfashionandstyle.com

http://www.abril.com.br/mulher/moda/




Por: Bruna Pegorete

quinta-feira, 22 de julho de 2010





Para os interessados, nossa querida amiga Luana achou hoje, o caderno Moleskine; por um preço bem acessível e próximo ao nosso curso.

Por: Luca Weingärtner

quarta-feira, 21 de julho de 2010


O livro é da editora Senac São Paulo, tem 527 páginas e tem capa tipo brochura.
O preço vária de R$69,00 a R$89,00, e pode ser adquirido na própria biblioteca do senac, e o que é melhor, com desconto pra estudantes da rede.







Por: Luca Weingärtner

A maioria das grandes marcas italianas de moda, tais como Valentino, Gucci, Versace,Prada, Armani e Dolce & Gabbana, atualmente tem sede na cidade. Numerosas marcas de moda internacionais também operam lojas em Milão, incluindo a Abercrombie & Fitch uma emblemática loja que se tornou uma atração principal ao consumidor. Milão acolhe também uma semana de moda duas vezes por ano, assim como outros centros internacionais, como Paris, Londres, Tóquio e Nova Iorque. O principal bairro da moda de Milão é a principal upscale "Quadrilatero della moda" (literalmente, "quadrilátero da moda"), onde as ruas comerciais da cidade de maior prestígio (Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant'Andrea, Via Manzoni e Corso Venezia) estão ali. A Galleria Vittorio Emanuele II, a Piazza del Duomo, Via Dante e Corso Buenos Airessão outras ruas e praças comerciais importantes. Mario Prada, fundador da Prada nasceu em Milão, ajudando a cidade a cultivar a sua posição como capital da moda mundial.

Por: Luca Weingärtner




Cientificamente, Andrógeno é o termo genérico para qualquer composto natural ou sintético, geralmente um hormônio esteróide, que estimula ou controla o desenvolvimento e manutenção das características masculinas em vertebrados ao ligar-se a receptores andrógenos.
No mundo exterior, uma pessoa androgina é aquela que possui traços suaves, nem masculinos, nem femininos, de modo que com uma olhada simples, você não consegue identificar de imediato se é homem ou mulher. Androginismo não tem nada a ver com hermafroditismo, nem com homossexualismo, pois é uma mera questão de aparencia.
Um androgino pode nascer assim, ou pode, por opção, tornar-se androgino, através de roupas, maquiagem e adereços do sexo oposto.

Por: Luca Weingärtner



Pintor norte-americano, Donald Judd nasceu em 1928, em Excelsior Springs (Missouri), nos Estados Unidos da América. Frequentou a escola de arte
Art Students League e a Columbia University , ambas em Nova Iorque. Após concluir os estudos em 1962, desenvolveu actividade no campo da pintura. Os trabalhos, que utilizavam colagens de materiais como areia ou madeira, introduzem uma dimensão tridimensional às telas e provocam a diluição dos limites tradicionais entre a pintura e a escultura.
Mais tarde, Donald Judd procura superar o carácter representativo, ilusório e simbólico da pintura e dedica-se exclusivamente à escultura. Interessa-lhe a tridimensionalidade da escultura e a relação que os objectos estabelecem com o espaço e com o solo. Nos seus trabalhos, que resultam de uma radical simplificação das formas, dos materiais e das cores, o artista pretende acentuar as qualidades físicas e plásticas, sem imitar ou expressar nada para além da realidade física e sensível das formas. Esta redução expressiva e formal é acompanhada pela quase eliminação do contacto directo do artista na produção das peças que muitas vezes eram inteiramente produzidas em fábricas. Os materiais que mais utiliza são o contraplacado, o ferro, o alumínio e a madeira, muitas vezes pintados.
Um dos seus trabalhos mais conhecidos, a série de esculturas que são designadas por "Pilhas", resultam da repetição vertical de caixas rectangulares, ao longo de uma parede. Apresentam uma das ideias de composição recorrentes nas obras de Judd: a serialidade, a combinatória e a variação de figuras simples.
Para além de esculturas, Donald Judd desenhou algumas peças de mobiliário.
Morreu em 1994, em Nova Iorque.

Por: Luca Weingärtner